Artigos

LEANDRO MAZZINI Nossa equipe de opinião. Envie seu texto, ele pode sair nos nossos jornais.

Coluna Esplanada

Apagão hermano Os moradores de Boa Vista (RR) e cidades da fronteira têm sofrido com apagões da Eletrobras Distribuidora Roraima há dois anos. Porque boa parte da energia distribuída no Estado, acredite, é importada do país vizinho, que já vive racionamento. O Governo brasileiro busca uma solução rápida para atender a demanda. O Planalto e o [...]

Leandro Mazzini

Apagão hermano
Os moradores de Boa Vista (RR) e cidades da fronteira têm sofrido com apagões da Eletrobras Distribuidora Roraima há dois anos. Porque boa parte da energia distribuída no Estado, acredite, é importada do país vizinho, que já vive racionamento. O Governo brasileiro busca uma solução rápida para atender a demanda. O Planalto e o TCU cobram a Eletrobrás celeridade nas obras para incluir a EDRR no Sistema Interligado Nacional, mas faltam as linhas de transmissão da hidrelétrica de Tucuruvi.
Tão longe
Aliás, as linhas da Belo Monte que ligam a usina a estações de Minas Gerais estão a passos de cágados, nas mãos de uma estatal chinesa que pegou a obra.
No pátio
A situação na região metropolitana do Rio é mais preocupante que a mostrada na TV. Mais de uma dezena de batalhões estão com viaturas paradas no estacionamento.
‘Importados’
Os batalhões estão convocando soldados de folga da região dos Lagos para reforçar a segurança na capital e grande Rio. No Espírito Santo, parte da PM continua em greve.
Já passou
O parecer do senador Eduardo Braga (PMDB-AM), pela aprovação do ministro licenciado da Justiça, Alexandre de Moraes (ex-PSDB), guarda similaridades com o relatório do senador Álvaro Dias (PV-PR) que aprovou o nome do ministro Luiz Edson Fachin para o Supremo Tribunal Federal.
Memória
Há dois anos, Fachin tinha resistência da então oposição, principalmente do PSDB e do DEM. Numa paráfrase ao relatório de Dias sobre Fachin, Braga concentrou a defesa em cima do currículo do indicado. O básico. O resto será guerra no plenário da comissão.
Copia & cola
“O indicado apresentou argumentação sucinta em que demonstra ter experiência profissional, formação técnica adequada e afinidade intelectual e moral”, diz Braga. Dias havia escrito sobre Fachin: “O exame do currículo revela que sua senhoria reúne plenamente os atributos constitucionais de notório saber jurídico e reputação ilibada”
Vem chumbo
Moraes será alvo do tiroteio da oposição no Senado comandada pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ), para quem a indicação do ex-tucano ao STF é um “escárnio”.
Blitz legislativa
Projeto de Lei 1530/15 de Efraim Morais (DEM-PB) que avança na Câmara prevê perda de carteira de habilitação para quem for flagrado com contrabando.
Pressão lá fora
Reportagem do francês Le Monde revela polêmicas de Alexandre Moraes, indicado para o STF. Sublinha que o ex-tucano é descrito como “truculento e autoritário” e cita o episódio, em 2004, no qual foi acusado por alunos de ter defendido a tortura.
Prato servido
Uma raposa política que circula no Poder desde que dom Pedro soltava Pipa lembra: 99.9% do dinheiro para JBS comprar a americana Pilgrim’s, processadora de alimentos, saiu do BNDES. Então, enquanto a JBS não pagar o bancão, a Pilgrim’s é do povo.
Eu, hein!?
Do presidente da Central do Servidor Público do Brasil, Nilton Paixão, sobre a reforma da Previdência: “Qual é a semelhança entre o atual presidente (Michel Temer) e Arnold Schwarzenegger ? Ambos são exterminadores do futuro”.
Alerta
Aos viciados em celular no trabalho, o precedente: o TST manteve justa causa a um operário de Maringá que insistia em usar o aparelho, apesar das advertências do chefe.
Fato
Com tantas tramóias desvendadas, a cada dia o cidadão fica mais convicto de que, no Brasil, mártir é o que não teve tempo de fugir; herói é o que apareceu na hora certa; delator é o que foi traído pelo bando; e vítima, a abandonada pela quadrilha.
Ponto Final
Diante dos fakes que viram notícia em jornais, Pedro Burgos lançou o Burgos Media Watch, observatório de mídia brasileira focado no Facebook.

Leave a Reply

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do d24am.com. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.